http://www.afilsf.com/affiliates/jrox.php?uid=mrubia_1 tudestética: QUIROLOGIA O ESTUDO DAS MÃOS

tudesttetica

sábado, 6 de novembro de 2010

QUIROLOGIA O ESTUDO DAS MÃOS

Quirologia, o destino nas  linhas das mãos

VIVENDO E APRENDENDO, cada qual com seu saber. Raras pessoas sabem o que quer dizer quirologia, de onde vem a palavra e o seu significado, o fato é que eu resolvi aprofundar um pouco no assunto e levar as pessoas interessadas o que vem a ser  isso.
 
Ano novo vida nova. Esta máxima pode ser antiga, mas sempAAre que começa um novo período, a maioria das pessoas quer saber como será o seu dia-a-dia, procurando nas ciências ocultas a descoberta de alguns fatos. Tarô, búzios, I Ching. Não importa a forma, mas as previsões. Assim acontece com a quirologia, estudo que desvenda os mistérios dos seres humanos através das linhas das mãos. 

  A história da quirologia, ciência que estuda as linhas das mãos, não é diferente. Sua origem é meio confusa e até hoje os pesquisadores não sabem ao certo como e onde surgiu o estudo que encantou personagens famosos da história e continua exercendo fascínio nas pessoas.

Toda esta magia contagiou a Argentina Dolly Elvira Neder de Garcia, quiróloga que há cinco anos reside na ilha e adora decifrar os enigmas que estão nas mãos, principalmente das crianças. Dolly sempre gostou da quirologia e desde cedo estudava livros sobre o assunto, sempre em segredo,porque o regime em seu país era muito severo e pessoas que fizessem este tipo de trabalho eram consideradas bruxas e malucas.

Na Argentina, ela era diretora de uma escola e, paralelamente ao seu trabalho, analisava o comportamento das crinaças através do estudo das linhas das mãos. Claro que este trabalho era feito por baixo dos panos e sempre deu ótimos resultados. No período de férias veio para a ilha de Santa Catarina e se apaixonou pela cidade, não retornando mais para o seu país.
Em Florianópolis, a coisa surgiu meio por acaso (há os que afirmam que o parapsicólogo Pedro Grisa trouxe a quiróloga com o subconsciente). Dolly passeava com seu marido no centro e viu um cartaz que anunciava um curso de parapsicologia no Ipappi (Instituto de Parapsicologia e Psicotrônica). Ela e o marido fizeram a inscrição e, numa das palestras, Grisa descobriu os poderes de Dolly, dons estes que hoje são utilizados junto com outros métodos do instituto para auxiliar as pessoas a se conhecerem e viverem melhor.

A mãe pode traçar o destino da criança
 Antigamente era comum as crianças nascerem com apenas três linhas nas mãos: do coração, da inteligência e da vida. Hoje as coisas mudaram e, além das três comuns, elas nascem também com a linha do destino, da intuição e do sol bem definidas.

Segundo o parapsicólogo e diretor do Ipappi, Pedro Grisa, não é tão simples afirmar que as crianças de hoje nascem diferentes única e exclusivamente por causa da televisão. Estamos entrando na Era de Aquário e o ser humano, principalmente as crianças, já estão sentindo estas transformações preparando-se para ofuturo.

Por outro lado, Grisa explica que também existe a hipótese de que a mãe se preocupa, ainda na gestação, com o futuro do filho, o que faculta à criança nascer com a linha do destino já traçada. O instituto está desenvolvendo pesquisas com crianças da área urbana e do campo, no intuito de constatar o que já é fato consumado. As crianças criadas no campo, longe da cidade, apresentam maior probabilidade de nascerem apenas com as três linhas principais.
Dolly adora crianças e sempre lê a mão daquelas que encontra no caminho. Recentemente quando esteve em Blumenau constatou um fato curioso: a maioria das pessoas apresenta os dedos no formato de espátulas. Isto se explica pelo simples fato de que a maior parte delas faz, ou tem alguém na família que executa, trabalhos manuais. Os alemães tem forte elo com o artesanato e o dedo espatulado significa agir, fazer, executar. Talvez isto explique Blumenau ser o maior centro de artes plásticas de Santa Catarina.
Grisa enfatiza que os pais e educadores ainda não se deram conta que tem nas mãos novas crianças que merecem um tratamento diferente. Hoje, ao contrário de antigamente, elas são muito mais exigentes e esperam outro tipo de reação em casa e na escola. 

A conduta muda a genética

Falando da leitura das mãos, Dolly se mostra muito apreensiva, porque poucas pessoas sabem realmente decifra-las. Ela defende um trabalho sério, com embasamento científico. Após a decisão de mostrar em público os seus estudos, participou de três congressos de Medicina Não Tradicional na Argentina. 

O estudo da quiróloga consiste em analisar as mãos e, conforme o caso, ensinar como a pessoa deve proceder para modificar as linhas. Sim, acredite, é possível modificar as linhas da nossa mão. Por incrível que pareça, as linhas, com exceção das impressões digitais, mudam conforme o comportamento do indivíduo. E cada um pode alterá-las de acordo com as suas necessidades.

Na quirologia, cada mão é diferente da outra, portanto, nunca encontraremos impressões iguais. Para análise não existem padrões definitivos, mas padrões gerais que são estudados com o auxílio de uma lente de aumento. A mudança das linhas se dá de forma lenta e depende da maneira de agir e de pensar dos indivíduos.

Dolly explica que nas pessoas destras está explícita nas linhas da mão esquerda toda a herança genética, a carga que recebeu dos seus pais. Na mão direita está aquilo que ela faz da vida, ou seja, a maneira como está usando a carga genética herdada. Sendo assim é possível verificar e concluir que o destino pode ser modificado.

A quiróloga cita o exemplo de um cliente que tem na mão esquerda uma grande carga de esquizofrenia. Como ele vive de forma saudável e trabalhou a mente, a linha da doença não aparece na mão direita, o que significa que a esquizofrenia presente na mão esquerda não irá se manifestar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

tudesttetica