sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

Aos 40 anos, Samara Felippo posa nua e choca a web com bumbum perfeito

 A morena já havia causado burburinho nas redes sociais ao surgir completamente nua em uma foto publicada em setembro



Não é somente o rosto da atriz Samara Felippo que permanece intocável pelo tempo. A morena tem muito o que celebrar por causa das curvas, exibidas por ela em uma foto publicada nas redes sociais no último fim de semana. Aos 40 anos, Samara, mãe de Alice e Lara, deixou os fãs chocados com tamanha beleza.
O clique foi feito para o projeto Pele Project, comandado pelo fotógrafo Brunno Rangel. Na imagem, a atriz surge de perfil, mostrando a barriguinha trincada e o bumbum perfeito em tons de preto e branco.
Esta não é a primeira vez que Samara posa completamente nua. No fim de setembro, a morena animou os internautas com uma foto em que mostra a parte traseira do corpo, e disse: “Foto linda de Tathiana Novaes, que conseguiu que eu botasse a raba pra jogo”. 

Fonte:https://www.metropoles.com

    quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

    PILATES É SAÚDE


    PRATIQUE PILATES
    O Pilates nos dias de hoje é tido como um das melhoras práticas para a pessoa que quer aperfeiçoar e condicionar os músculos do corpo, prevenir contra doenças cardiovasculares, eliminar o estresse ocasionado pela correria do dia a dia, emagrecer, corrigir a postura, aumentar a flexibilidade, estimular a coordenação motora, prevenir fraturas ocasionadas pela osteoporose, melhorar concentração e amenizar dores.
    A prática de Pilates pode ser feita por qualquer pessoa de 08 a 80 anos, desde que acompanhado por profissionais responsáveis.



    sábado, 17 de novembro de 2018

    BARRIGA CHAPADA


    10 Dicas Para Uma Barriga Chapada Rápido



    Desfilar com uma barriga chapada é o sonho da maioria das pessoas, e não devemos julgar aqueles que sonham com esse momento. Ser feliz com sua forma física pode oferecer mais segurança, autoestima, e ainda influenciar em diversos fatores pessoais, sabemos disso. Esportistas e pessoas fisicamente ativas muitas vezes se questionam sobre a demora pela evidência de resultados, será que algo está sendo feito errado?
    Quando admiramos um abdômen bem definido, é inevitável questionar quais métodos foram utilizados para contribuir para a conquista de tal resultado. Foi pensando nesse desejo tão comum que selecionamos algumas dicas para você se sentir motivado para conquistar a barriga chapada que tanto deseja.


    1. Mais refeições, menores porções



    Obviamente, você deverá reduzir a quantidade de ingestão de alimentos incompatíveis com os seus objetivos, logo, consumirá alimentos mais saudáveis a fim de reduzir o percentual de gordura, o que reduzirá a camada de gordura da região abdominal. Estudos provaram que a maior influência de consumo excessivo de calorias são os “pequenos lanchinhos” ou refeições intermediárias.
    Diversas pessoas se submeteram à análise por algumas semanas, e foi possível reconhecer que aquelas que mantinham o hábito de abrir exceção para refeições fora de hora somavam em média 500 calorias diárias a mais no seu cronograma. O ideal é focar em uma alimentação equilibrada e planejada com mais refeições com intervalos regulares, porém, com porções menores, as quais não comprometem as metas determinadas.



    2. Coma as gorduras certas/gorduras saudáveis


    Não pense que é um erro comer alimentos com gordura, o erro está em comer os
    alimentos que possuem o tipo de gordura não saudável. Na verdade, a medicina
    já comprovou que comer gordura pode auxiliar no processo de emagrecimento,
    pois de 20 a 35% das calorias nada mais são que alimentos gordurosos.
    Não pense que isso é uma permissão para correr para o fast food mais próximo.
    Você tem que inserir pequenas porções de gorduras certas, como as gorduras
    monoinsaturadas, como as contidas em abacate, nozes e óleos saudáveis.
    O importante é você se manter longe de alimentos processados, os quais são ricos
    em gorduras trans. Devemos destacar que o consumo dessas gorduras deve ser
    moderado.

    3. Conte menos calorias, monte um prato colorido

    Contabilizar as calorias diárias pode ser uma forma de controlar as porções consumidas, mas
    os valores calóricos deixam de ser importantes se você priorizar apenas o consumo de
    um determinado grupo de nutrientes.
    Para te ajudar a ter uma barriga chapada, o ideal é que seu prato conte com alimentos
    variados, ou seja, carboidratos bons, proteínas magras, grãos integrais, frutas, legumes,
    verduras e muito mais. Se você manter seu corpo bem nutrido, assim poderá garantir
    um bom desempenho nas atividades físicas, podendo assim se desafiar e superar os
    seus limites físicos, aprimorando seu condicionamento e queimando as gordurinhas
    indesejadas. Mantenha-se firme em um cardápio saudável.

    4. Fuja do açúcar

    Uma dica valiosa é adicionar uma pitada de caneca em pó ao seu café da manhã, pois
    estudos comprovaram que essa adição pode auxiliar a estabilizar os níveis de açúcar
    na corrente sanguínea, além de oferecer sentimento de saciedade por um maior
    período de tempo. Não consuma bebidas gaseificadas e adocicadas, como

    refrigerantes, pois contam com alta concentração de açúcar.

    5. Vitamina C

    Os eventuais momentos de estresse são justificados por desequilíbrios referentes ao
    hormônio Cortisol, por isso, é importante que você saiba que a vitamina C pode
    uxiliar no equilíbrio desses possíveis picos de Cortisol. Essa é uma maneira de 
    combater os resfriados e ainda contribuir para a ação de Carnitina, composto que é
    utilizado pelo corpo para transformar a gordura em combustível energético, ou seja, 
    a vitamina se torna uma aliada. Ela pode neutralizar os efeitos colaterais negativos de
    oscilações de humor. Devemos destacar o kiwi, o pimentão e também a couve, os
    quais contam com maior concentração de vitamina C que a própria laranja.

    6. Exercícios cardiorrespiratórios

    Eles são fundamentais para que seu metabolismo se mantenha ativo, assim calorias, para
    então você conseguir reduzir o percentual de gordura corporal e ter uma barriga chapada.
    Há diversas opções de exercícios para você escolher, o ideal é que você alterne, assim seu
    corpo não se adaptará, sempre evoluindo fisicamente. Caminhadas e corridas estão
    entre as principais opções, mas há inúmeras atividades sendo oferecidas em academias.

    7. Cuidado com a ingestão de fibras

    Recomenda-se controlar o consumo de alimentos ricos em fibras, pois esses contribuem
    com saciedade e funcionamento regular do intestino, porém, ocasionam inchaços
    devido a flatulências e gases. Evite alimentos que contribuam com a produção
    de gases, como brócolis, couve-flor, couve de Bruxelas, entre outros.

    8. Não se esqueça da água

    A bebida natural é fundamental para todo funcionamento equilibrado de seu organismo.
    A água pode beneficiar o funcionamento metabólico, assim apoiando à queima calórica
    e facilitando a formação de uma barriga chapada.
    O recomendado é que se consuma pelo menos 2 litros de água por dia. Carregar consigo
    uma garrafinha pode ser uma iniciativa positiva para sempre se lembrar de hidratar
    seu corpo. Não se esqueça de hidratar seu corpo também durante os exercícios físicos.

    9. Alimentos termogênicos

    Eles favorecem o seu metabolismo, então por que não adicioná-los ao seu cardápio? 
    Não são poucas opções, você pode escolher aquelas que mais se aproximam de seu gosto.
    Dentre eles, o chá verde é um dos mais comuns, mas aqueles que não são amantes
    de chás também podem contar com sucos verdes e saladas com gengibre ralado.
    A pimenta vermelha e a canela também podem ser reconhecidas como positivas por
    sua contribuição termogênica.

    10. Exercícios abdominais

    Há inúmeras contradições sobre a importância da prática de exercícios cardiorrespiratórios e
    abdominais para ter uma barriga chapada, pois os profissionais não chegam a uma
    conclusão, mas o fato é que os exercícios abdominais são a melhor forma de fortalecer os
    músculos da região abdominal, assim otimizando o processo de conquista da barriga
    chapada.
    Vale ressaltar que não é necessário você realizar abdominais todos os dias, incansavelmente,
    pois, assim como qualquer membro de seu corpo, o abdômen também necessita de
    descanso. O recomendado é que faça abdominais de 3 a 4 vezes por semana, sempre
    respeitando o seu condicionamento físico.
    Fonte:www.mundoboaforma.com.br




    segunda-feira, 17 de abril de 2017

    Sim, o abdômen retinho pode ser conquistado na cozinha. Você só precisa fazer as escolhas certas


    Se você incluir no cardápio os alimentos antibarriga, não vai sobrar pneu para contar história. Sim, esses alimentos existem e, para a nossa sorte, podem ser encontrados com facilidade. Aqui, nós revelamos quais são os aliados:
    1. Iogurte grego
    Além de ser boa fonte de proteína – contribui para o fortalecimento muscular -, o alimento também é rico em cálcio e probióticos, que também ajudam a desenhar o tanquinho. Segundo uma pesquisa publicada no European Journal of Clinical Nutrition, os voluntários que consumiram leite enriquecido com probióticos eliminaram mais gordura da região abdominal. 
    2. Whey Protein
    Ele é muito consumido por quem malha e quer deixar o corpo mais durinho e bem desenhado. Mas, por ser um alimento com o poder de saciar e adiar a sensação de fome, o pó extraído do soro do leite também ganhou espaço nas dietas de emagrecimento. Tem ainda a vantagem de estimular o metabolismo, acelerando a queima de calorias e evitar que, junto com a gordura, você perca massa magra.
    3. Alimentos integrais
    Ricos em fibras, eles viram uma espécie de gel quando entram em contato com um líquido e acabam ocupando mais espaço no estômago. Resultado: você fica satisfeita com menos comida. Um estudo da Universidade do Estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos, mostrou que os participantes que consumiram alimentos integrais por 12 semanas perderam mais gordura do que o grupo que evitou os grãos completamente.
    4. Aspargo
    A planta contém boas doses de prebiótico – fibras que passam intactas na digestão e servem de alimento para as bactérias benéficas (oi, probióticos!). Além disso, a planta é rica em substâncias antioxidantes e age como um diurético.
    5. Amêndoas
    A família das castanhas é muito rica em nutrientes. Na lista de seus componentes benéficos entram fibras, proteína, cálcio, ferro, potássio, zinco, selênio, vitamina E, ácido fólico, entre outros. De acordo com um estudo publicado no Journal of the American Heart Association, comer 30 a 35 amêndoas por dia ajuda a perder gordura abdominal. Isso acontece porque as castanhas contêm mais fibras do que a maioria das oleaginosas.
    6. Chá-verde
    Presente em quase todas as dietas de emagrecimento, essa erva extraída da Camellia sinensis dispensa apresentação. Mas vale lembrar: os polifenóis (destaque para as catequinas – componentes com alto poder antioxidante) dão a ela o mesmo efeito da pimenta dedo-de-moça, ou seja, aumentar a oxidação das gorduras abdominais. Já a cafeína, outra substância em grande quantidade no chá-verde, acelera o metabolismo e, como consequência, manda embora mais gordurinhas inimigas. Dose ideal: 2 ou 3 xícaras por dia.

    Fonte/boaforma.abril.com.br

    tudesttetica